A continuidade do pagamento da Compensação Financeira pela Exploração de Recursos Minerais (Cfem) pela Samarco ao município de Mariana ou outra solução para o problema da arrecadação da cidade, além da retomada das atividades da mineradora, com a devida segurança. Essas foram as principais demandas feitas pelo prefeito e vereadores de Mariana em reunião, nesta quinta-feira (28/1/16), com o presidente da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, deputado Adalclever Lopes (PMDB), o deputado João Leite e outros parlamentares. Segundo o presidente da Câmara Municipal de Mariana, Tenente Freitas, há a preocupação de que a empresa deixe de operar na cidade. “São empregados diretamente 1.500 funcionários e indiretamente outros 1.500. Três mil pessoas ficariam desempregadas se isso acontecer”, contou.

Os deputados que participaram da reunião manifestaram apoio às reivindicações dos representantes de Mariana.

O deputado João Leite (PSDB) destacou que as ações por Mariana são apartidárias. Para ele, a Assembleia tem um papel relevante na resolução das demandas. “A solução está no entendimento”, concluiu.